Originalidade?

Minha história se fez e se refaz com resquícios de tudo que encontra minhas circunstâncias. O que se apresenta para minha representação pode (ou não), em maior ou menor relevância e intensidade, ser incorporado à forma com que entendo o mundo.
As tintas com as quais pinto as telas da minha existência são variadas. Algumas cores já foram utilizadas por muitos outros artistas e integram minhas obras por serem ainda vivas, intensas; outras matizes, por sua vez, são inéditas, mesclas de algumas cores que ninguém antes havia ousado em compor.
Se alguém sentir-se lesado por algum escrito, favor me comunicar por e-mail que tentaremos resolver isso.
Divirta-se ou se entristeça.
Boa viagem!

quinta-feira, 24 de março de 2011

Toda hora é hora de lembrar*


A letra da música diz muuuita coisa sobre o assunto.
Serenidade à raça humana,
a única que se refere aos homens.
Paz!
*Racismo é Burrice, Gabriel, O Pensador

Um comentário:

  1. Eu não conhecia a canção, muito boa letra!!

    Um Abraço!!

    ResponderExcluir